02 de outubro – 14h às 17h

Palestra – As agressões virtuais que temos enfrentado atualmente. Como a escola pode intervir?

Breve descrição: As novas tecnologias trouxeram grandes benefícios para a humanidade, mas por outro lado possibilitaram o surgimento de novos tipos de agressões, as virtuais. Temos visto um aumento desenfreado de casos de desrespeito neste ambiente, onde sujeitos são humilhados, ofendidos, perseguidas e também aqueles que expõem suas intimidades nas redes sociais, gerando consequências, muitas vezes, irreversíveis. Tendo em vista que esses fenômenos violentos repercutem inevitavelmente no espaço escolar, fica evidente a necessidade do olhar atento dos educadores, e consequentemente, de intervenções por parte das instituições que educam. Dessa forma, essa oficina tem como objetivo refletir sobre a educação digital das crianças e jovens e o papel da escola frente aos desafios de uma época em que as tecnologias e a Internet estão diariamente em nossas vidas.

Instituição responsável: Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação Moral (Unesp/Unicamp).
Data: 02/10.
Local: Fundação FEAC. Rua Odila Santos de Souza Camargo, 34 – Jardim Brandina – Campinas/SP.
Horário: 14h às 17h.
Número de vagas: 90.

Palestrante: Thais Cristina Leite Bozza – Pedagoga, doutoranda em Educação na área de Psicologia Educacional pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), mestre em Educação na área de Psicologia Educacional pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), especialista em relações interpessoais na escola e a construção da autonomia moral (UNIFRAN), graduada pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Integrante do GEPEM (Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação Moral- UNESP/UNICAMP). Desenvolve pesquisas relacionadas aos temas: violência escolar, conflitos interpessoais, clima escolar, bullying, cyberbullying, agressão virtual, educação digital.

Inscrições: Vagas preenchidas por ordem de chegada.

EVENTO GRATUITO E ABERTO AO PÚBLICO.