03 de outubro – 14h30 às 17h30

Palestra – Comunicação construtiva: como falar em favor do desenvolvimento

Breve descrição: Sempre que nos dirigimos a alguém transmitimos mensagens que causam impressões em suas emoções e fazem diferença em seus sentimentos… A maneira como falamos não é inofensiva, afetando a vida do outro para melhor ou pior. Será que já prestamos atenção na linguagem que utilizamos no dia-a-dia da escola ao nos comunicar com nossos alunos? Refletimos sobre as mensagens subliminares? Muitas vezes, somos mal interpretados, temos a intenção de ajudar, orientar, alertar, incentivar, mas o aluno (ou mesmo o colega de trabalho) parece distorcer nossas palavras, sentindo-se ameaçado, com raiva ou incompreendido. É claro que não houve a intenção de fazer com que ele se sentisse desse jeito, muito pelo contrário. Contudo, só boas intenções não bastam, pois, muitas vezes, a mensagem que transmitimos é completamente oposta as nossas melhores intenções. Talvez, a mensagem que estamos emitindo é diferente daquela que pretendíamos transmitir. Um diálogo efetivo não é feito apenas de boas intenções, a forma como empregamos as palavras fazem uma grande diferença. Nós, educadores, precisamos aprender a comunicarmo-nos de maneira mais construtiva, mais eficiente. Existem técnicas e procedimentos que nos auxiliam a estabelecer diálogos mais efetivos. Nesse encontro serão apresentados alguns procedimentos que auxiliarão os educadores a manter uma comunicação mais construtiva, contribuindo para diminuir as situações de confronto e reduzindo a resistência, favorecendo o desenvolvimento da responsabilidade e da autoconfiança no aluno.

Instituição responsável: Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação Moral (Unesp/Unicamp).
Data: 03/10.
Local: Fundação FEAC. Rua Odila Santos de Souza Camargo, 34 – Jardim Brandina – Campinas/SP.
Horário: 14h30 às 17h30
Número de  vagas: 90.

Palestrante: Danila Di Pietro Zambianco Licenciada em Letras pela USP e Mestranda em Educação pela Faculdade de Educação da UNICAMP. Dedica-se às pesquisas da área de Psicologia Moral e suas relações com a construção do conhecimento, integrando o GEPEM (Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação Moral) da Unesp/Unicamp. É formadora de professores, além de fazer parte do corpo docente do curso de Pós-Graduação “A convivência Ética na Escola”, do Instituto Vera Cruz. Especialista em Gestão Escolar, Relações Interpessoais na Escola e a Construção da Autonomia Moral e Formação Docente para Ensino Superior, além de coordenar o Seminário Internacional “Sistema de Educação na Itália”.

Inscrições: vagas preenchidas por ordem de chegada.

EVENTO GRATUITO E ABERTO AO PÚBLICO.